Início » Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa avança com obras para melhorar condições na maternidade

Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa avança com obras para melhorar condições na maternidade

por admin

Representando um investimento de 154 309,38€, remodelação vai ampliar área e renovar enfermarias

Arrancaram as obras de remodelação da área materno-infantil do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), localizada no Hospital Padre Américo, em Penafiel.

A empreitada, cujo valor de investimento é 154 309,38€, implica a realização de obras no piso 6, passando a garantir instalações mais modernas no internamento e uma hotelaria mais agradável e próxima de outras maternidades mais recentes.

A maternidade do Hospital Padre Américo é uma das maiores do país e dá assistência à vasta população de 520.000 habitantes (mais de 5% da população portuguesa), residente em 12 concelhos de 4 distritos.

Cerca de 2.500 crianças nascem todos os anos na maternidade do CHTS que possui ótimos indicadores de qualidade como, por exemplo, uma das mais baixas taxas de cesarianas. Em 2019, a taxa de cesarianas no CHTS foi de 23,1% e, a nível nacional, a taxa situou-se nos 29,79%.

Carlos Alberto, presidente do Conselho de Administração do CHTS, sobre a intervenção que vai significar a ampliação física e a renovação das enfermarias, salienta que “com estas melhorias nas instalações, o conforto e privacidade que vamos poder proporcionar às mães e aos bebés serão significativamente melhores”.

“Vão reforçar ainda mais o argumento de que a maternidade do Hospital Padre Américo é mesmo o local certo para que as mães venham dar à luz os seus filhos”, conclui Carlos Alberto.

Com estas obras, que se estima poderem ficar concluídas no final do ano, vai ainda poder fazer-se uma gestão mais eficaz das camas, libertando espaços que poderão servir de apoio aos outros serviços, quer para permitir aumento de cirurgias, quer para internamento de outros doentes.

Também poderá gostar de

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.