Início » A vila Arrifana de Sousa tornou-se cidade de Penafiel há 249 anos

A vila Arrifana de Sousa tornou-se cidade de Penafiel há 249 anos

por admin

Agenda cheia para o 249º Aniversário da Elevação a Cidade e 20º aniversário da geminação com Sainte-Geneviève-des-Bois em França. 

Ponto C – Cultura e Criatividade”: novo projeto municipal é apresentado no dia 3 de março

A Câmara Municipal de Penafiel vai assinalar, com várias iniciativas a decorrer durante todo o mês de março, os 249 anos da Elevação da Vila de Arrifana de Sousa a Cidade de Penafiel, bem como o 20º Aniversário da Geminação com Sainte-Geneviève-des-Bois.

O ponto alto das comemorações é naturalmente o dia 3 de março que começa logo às 9h30 com o simbólico hastear da cidade e às 11h30 haverá uma eucaristia em honra dos autarcas e funcionários falecidos. 

Já a sessão evocativa do 249º Aniversário da Elevação a Cidade de Penafiel e do 20º Aniversário da Geminação com Sainte-Geneviève-des-Bois, tem início marcado para as 15h00, no Museu Municipal. 

Na cerimónia vão ser atribuídas Medalhas de Ouro do Concelho de Penafiel aos concidadãos: António Alberto Vieira Simões, António Ribeiro Rodrigues, António da Silva Rodrigues Fontes, Francisco Pereira Moreira, José Maria dos Reis Sousa, Manuel Luís Soares das Neves e Vítor da Cunha Rocha. 

As Medalhas de Mérito Municipais Douradas serão entregues a Manuel Filipe Serralva Alves, Pedro Luís Moreiras Nunes Ferreira e António Vieira dos Santos. 

Será ainda apresentado o novo projeto municipal, intitulado “Ponto C – Cultura e Criatividade”. Um novo espaço no coração da cidade de Penafiel que será um marco cultural, constituindo-se como um ponto de encontro, de partilha da nossa cultura e ainda um palco que atrairá a Penafiel o melhor da criação artística do país e do mundo.

No programa “Penafiel Cidade há 249 anos” está já incluída a Rota da Lampreia, que decorre até 31 de março, e o Dia Municipal do Bombeiro, com o habitual desfile, no dia 10 de março, das corporações de Bombeiros Voluntários de Penafiel, Paço de Sousa e Entre-os-Rios.

Ao longo de março, o Museu e a Biblioteca Municipais vão receber várias iniciativas. No dia 2, pelas 15h00, a Biblioteca recebe a apresentação do livro “Um ilustre Republicano Penafidelense: Dr. Joaquim Cotta (1873-1957)” e, no dia 9, pelas 10h30, os “Sábados em Família – À descoberta de Penafiel com o Jogo da Glória”. A “Hora do Conto – Lendas de Portugal: as Lendas de Penafiel” estará disponível por marcação prévia durante todo o mês.

Por sua vez, o Museu Municipal acolhe, no dia 9, pelas 21h30, a peça de teatro contemporâneo “Perfídia Promessa”; no dia 15, às 21h00, a apresentação dos livros “Raízes do tempo: À volta de Padre Américo” e “Padre Américo: Frei Junípero de Lume Novo”; no dia 16, pelas 16h30, a inauguração da exposição “30 Collages”; no dia 24, às 11h00, o “Yoga no Museu”; e, por último, no dia 31, das 15h00 às 18h00, a iniciativa “Abraçar Penafiel”.

De recordar que Penafiel, antes vila de Arrifana de Sousa, foi elevada a cidade pela mão de D. José I no dia 3 de março de 1770, para que aqui se pudesse fixar a sede de um novo bispado que a política pombalina queria destacar do “território da poderosa mitra portuense”. Penafiel é, desta forma, uma das cidades mais antigas do país.

Também poderá gostar de

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.